Pyong irá depor sobre suposto assédio no BBB20

Autor

Categorias

Compartilhe

Pyong Lee, eliminado do BBB20 na última semana, confirmou em entrevista ao portal UOL que foi intimado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro a prestar esclarecimentos sobre um suposto assédio cometido contra Marcela e Flayslane, durante a participação do influencer no reality show. Durante a festa Guerra e Paz ele tentou beijar Marcela algumas vezes, além de ter apalpado as nádegas de Flayslane.

“Estou disposto a responder e esclarecer tudo o que for preciso”, disse Pyong ao UOL, afirmando que ainda aguarda a confirmação da data de seu depoimento. “”Estou com a consciência tranquila. Eu errei, não vou mentir, não vou esconder, e não preciso fazer isso. Inclusive já pedi desculpas publicamente dentro do Big Brother. E aqui fora eu sabia que teria consequências e eu vou lidar com as consequências dos meus atos”, continuou.

Sobre a reação de sua esposa, Sammy Lee, que estava na reta final da gravidez de Jake, filho de ambos, ele disse que o assunto já foi superado pelo casal. “Quando o ser humano erra, e todo mundo erra, é reconhecer, pedir perdão para as pessoas que se ofenderam, para as pessoas envolvidas, e não repetir mais o erro. Estou comprometido, não repeti o erro lá dentro e não vou repetir mais aqui fora”, explicou o hipnólogo e influencer.

Na entrevista ao UOL, Pyong Lee ainda falou sobre sua reação ao deixar a casa e ter conhecimento da gravidade da pandemia do novo coronavírus, além dos motivos que provavelmente fizeram com que ele fosse eliminado na última semana, negou ser apoiador do governo federal além de comentar sua relação com o influencer Felipe Neto, que fez campanha para que ele deixasse a casa. Para ler a entrevista completa, clique aqui.

Confira esta paródia do BBB20 feita pelo canal Já Vai Começar? do Youtube.

Autor

Compartilhe